.

ÍNDICE COMPLETO DE POSTAGENS EM "MARCADORES" ABAIXO DA POSTAGEM DA PÁGINA.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

ANKH – O segredo da Cruz Ansata.


DSC07708



Por não concebermos que o ANKH seja apenas um símbolo ou linguagem, mas um instrumento que pudesse estar relacionado a frequência do som, nos dedicamos na elaboração de um ANKH.

O som é um instrumento para a transformação e consegue penetrar em qualquer substância, alterar moléculas e rearranjar realidades.
No antigo Egito, o ANKH, ou o símbolo que representava a vida, na verdade era um modulador de frequência, utilizado por mestres em sustentar frequências.
O ANKH parece um diapasão e pode direcionar o som.
Representações do ANKH sempre o mostravam sendo entregue a um faraó por uma divindade, ou sendo entregue ao povo pelo faraó.
A estátua de um homem empunhando um ANKH no seu colo mostrava sua posição quando presumivelmente ele ativa o corpo humano.
Dr. Lawrence Kennedy, pesquisador banido do Egito após pesquisas realizadas em Saqqara, suspeitou que o ANKH fosse usado para ativar a glândula timo, que controla o processo de envelhecimento. Thýmos em grego significa energia vital.
Realizando experimentos com combinações de metais empregados pelos egípcios, desenvolveu um ANKH que produzia mudanças tangíveis na energia humana, visíveis nas fotografias Kirlian.
Materiais Utilizados:
* Cano de cobre 15 mm.
* Cano de cobre fino e maleável.
* Tampões de cobre 15 mm.
* Mistura de cristais moídos e cobre moído
* Resina epóxi e catalisador.
* Cristais pequenos.
* Cristal Vogel longo e delgado.
* Fios de cobre.
DSC07705
Porque usamos cristais:
Modelos viáveis do ANKH com uma haste de cristal corroboraram a tecnologia de cristal da Atlântida descrita por Edgar Cayce.
Além da propriedade piezelétrica, os cristais possuem outras propriedades importantes, e uma dessas propriedades é a ressonância. Qualquer corpo possui ressonância, assim como um diapasão. Os cristais de quartzo vibram em uma única frequência quando excitado mecânica ou eletricamente.
Vídeo:


Postar um comentário

Marcadores